Aranhas amarelas na decoração – Tendência contemporânea

As aranhas amarelas são tendências para objetos decorativas da decoração contemporânea. Pode até parecer ser estranho ter que entrar numa sala e se deparar com um bicho que ninguém, mas o fato é que dizem que esse animal transpira o universo feminino e também ajuda a trazer prosperidade para o o lar.

Na interpretação de um sonho, uma aranha representa uma mulher maliciosa, ou um homem fraco, pérfido e distante. Uma aranha em um sonho também representa um tecelão, um asceta ou um monge. Se alguém vê uma aranha em seu sonho, isso pode significar que ele vai encontrar um homem piedoso e religioso. Tecer uma teia num sonho significa tornar-se fraco.

Uma aranha em um sonho também pode representar uma esposa agradável. Se se vê uma aranha pendurada no teto em um sonho, indica um grave inverno em que ou simboliza uma mulher condenada e detestável que abandona a cama do marido em favor dos outros.

Portanto, uma aranha amarela pode caber bem para quem quer revolucionar, como em paredes de bares, entre outros locais que exijam esse ar intransigente. Mas é claro que antes de colocar uma aranha pendurada no lustre da sua casa você vai querer conferir interpretações para sonhar com aranha para ter a certeza de que esse objeto é o melhor para acompanhar o ambiente que procura decorar, não é mesmo?

arte contemporane aranha

Outros significados decorativos para aranhas 

  • Ver uma aranha: vai encontrar um homem fraco, mas vistoso.
  • Ver uma teia de aranha: uma associação com uma mulher irreligiosa.Explicação do sonho Amarelo – (Cor) usar um vestido amarelo de seda em um sonho significa uma doença. Se um guerreiro se vê usando um vestido amarelo de seda em um sonho, isso significa que ele será condecorado por sua cavalheirismo. Amarelo em um sonho também representa cepas. (Ver também cores; palidez)

Que tal se aproveitar dessa tendência? Use a sua criatividade e com certeza encontrará nas aranhas amarelas boas possibilidades para harmonizar os ambientes.

Com qual frequência você deve trocar sua roupa de cama?

A troca da roupa de cama costuma ser algo negligenciado no dia a dia, principalmente após um longo período de trabalho. É justamente aí que está o erro, porque é importantíssimo trocar lençóis e fronhas com frequência.

Isso se deve a um fato relevante: todo ser humano está constantemente em troca de pele, sendo que células mortas são desprendidas o tempo todo do corpo. Durante o sono, essas células ficam depositadas no lençol e fronha, servindo de alimento para bactérias e ácaros.

Boa parte dessas bactérias são inofensivas para organismo, mas os ácaros não são tão bonzinhos assim, tanto que eles são famosos por provocar crises de alergia, rinite, sinusite e problemas respiratórios.

Convencido da importância de trocar a roupa de cama e quer adotar esse hábito? Então, saiba que não é preciso mudá-la todos os dias. A seguir, confira o prazo ideal de troca e cuidados importantes a serem seguidos.

roupa de cama

Quando trocar a roupa de cama

Se a pessoa estiver saudável, recomenda-se a troca do lençol e fronha a cada sete dias. Caso esteja enferma, o ideal é mudar a cada dois dias, para manter a cama sempre em condições higiênicas.

Outro fator também influência nessa troca: a temperatura. No calor, o suor é mais intenso, o que torna a roupa de cama e colchão úmidos. O problema é que na umidade as bactérias e ácaros se proliferam mais, além de outro micro-organismo surgir, o fungo.

Por isso, em dias de calor como os de verão o recomendado é trocar a roupa de cama a cada dois dias, no máximo. No inverno e períodos mais frescos é possível seguir a regra de sete dias para troca.

 

Cuidados com roupa de cama e colchão

  • Certifique-se de que a roupa de cama esteja totalmente seca antes de guardá-la;
  • Utilize protetores de colchão e travesseiro;
  • A cada quinze dias, passe o aspirador de pó no colchão e travesseiro, para sugar micro-organismos.

Como Escolher um Sofá ou uma Poltrona?

Ao escolher a mobília da sala de estar, há poucas coisas mais agradáveis ​​do que a primeira vez em que você cai nas almofadas macias e rechonchudas de um novo sofá ou poltrona. Mas pode ser uma jornada para finalmente chegar lá. Como você sabe se o sofá ou cadeira vai ser o encaixe certo? O ajuste certo para a sua sala de estar, o ajuste certo para a sua vida, o ajuste certo para a sua porta da frente. Para ajudar você junto com a experiência de compra de sofá, reunimos algumas diretrizes para o que você deve considerar antes de investir.

Como você vai usar o sofá ou a poltrona?

Sofás podem ter vários tipos de uso e abuso e muitas vezes são submetidos a muito mais do que apenas estar sentado. Então, primeiro pergunte a si mesmo: quais são os principais objetivos do seu sofá? Quantas pessoas você precisa para sentar? Você tem animais de estimação para considerar? Em caso afirmativo, você precisará escolher cuidadosamente o seu tecido (mais sobre isso mais adiante).

Sua sala de estar se transforma em um hotel nos finais de semana? Talvez você precise considerar um sofá-cama. Quer se enrolar com um livro? Uma poltrona aconchegante pode servir. O sofá recebe muitas maratonas de filmes? Então você vai querer pensar em um sofá reclinável com apenas o preenchimento certo. Quer criar um ponto focal? Talvez você precise de uma poltrona de instrução. Certifique-se de pesar todos os usos diferentes do seu sofá quando tomar suas decisões.

Fazendo projeto da sala

Antes de comprar, verifique como diferentes sofás ou cadeiras se encaixam no layout da sua sala criando recortes no chão com fita adesiva ou jornais. Permitir a pegada completa do sofá, incluindo o espaço ocupado pela ligeira inclinação das costas da cadeira. Você precisará de mais espaço para uma poltrona reclinável ou um sofá-cama, e lembre-se: você não quer pressionar nenhum móvel contra as paredes – deixe sua mobília respirar.

Se você está trabalhando com uma pequena sala de estar empurrando móveis de volta contra a parede só vai fazer um quarto parecer menor, mesmo que isso signifique ganhar algum espaço no chão. Um design baixo e contemporâneo com braços estreitos pode ajudar a manter a aparência espaçosa em uma pequena sala, e sofás e cadeiras com pernas também podem fazer com que a sala pareça maior, já que o piso pode ser visto embaixo.

Tamanho certo

Meça a profundidade do seu potencial novo sofá contra a largura de suas portas da frente e sala de estar e verifique se a parte de trás não é muito alta para passar por eles também. Onde você sabe que terá que passar por corredores, subir escadas e esquinas, verifique se a duração não será um problema. Se o acesso for um problema, escolha um desenho que possa ser montado dentro.

5 Dicas para Fazer a Escolha do Melhor Sofá

Comprar um sofá é um dos investimentos mais importantes que você pode fazer pelo seu espaço vital. Este conselho irá ajudá-lo a tomar a decisão certa.

tipos de sofa

1 – Teste antes de comprar

O sofá médio tem uma profundidade de pelo menos 60 cm, o que dá bastante espaço para manobrar se você tiver pernas longas, e permite que você as dobre se você estiver mais baixo. Mas, as profundidades dos assentos variam, então experimente estilos diferentes para garantir que você tenha um bom suporte para as costas.

Quando se trata de altura do assento, a maioria dos projetos tem entre 45 cm e 50 cm de altura. Não há altura certa ou errada, então sente antes de comprar para ter certeza de que se adapte a toda a família. Finalmente, verifique a largura total, excluindo braços, se você gosta de se esticar.

2- Invista na decoração

Gastar tanto quanto você pode pagar em um quadro de qualidade – você vai ver através de muitos anos de descanso. Tome nota da garantia antes de se comprometer, alguns fabricantes estão tão confiantes sobre seus quadros que eles oferecem uma garantia vitalícia. Um quadro de madeira sólida é uma boa opção, mas tenha cuidado com a construção de um aglomerado ou metal.
Quer você escolha cores, padrões ou cores neutras, a escolha do tecido para estofamento e nas almofadas terá um grande impacto na sala, portanto, escolha com cuidado para se adequar ao seu esquema.

Os materiais naturais podem se desvanecer sob a luz solar forte, então escolha um tecido sintético se o sofá estiver perto de uma janela. É particularmente importante em uma casa de família ocupada, e se você tiver um cachorro ou gato, opte por um tecido que seja fácil de limpar. Vale a pena investigar as capas soltas, pois elas podem ser removidas para limpeza e outras laváveis.

3- Verifique o estofamento

Lembre-se de que o que está dentro de um sofá é tão importante quanto o que é usado no exterior. Almofadas cheias de penas têm alto nível de conforto, mas precisam ser rejuntadas regularmente, enquanto que os recheios de espuma ou fibra podem se achatar e perder sua forma ao longo do tempo. A equipe do Livraria Cortez recomenda a escolha de uma combinação de penas e espuma como “as penas dão o esmagamento enquanto a espuma fornece estrutura”. Uma boa combinação é almofadas de costas cheias de penas e almofadas de assento cheias de espuma ou fibra.

4- Se certifique das dimensões

Pegue a fita métrica e certifique-se de ter certeza das dimensões máximas do sofá que se ajustam ao seu espaço. Além disso, verifique as dimensões de todas as portas e escadas que o sofá terá que passar na entrega. Se o acesso for limitado, talvez seja necessário optar por um estilo de costas baixas, um com pernas removíveis ou até mesmo um design modular que possa ser entregue em seções.

5- Conheça os tipos de sofá

Existem os mais variados tipos de sofá que se adequam em vários ambientes e decorações. Por isso faça uma pesquisa em lojas e sites e consulte algumas dicas de como fazer a melhor escolha.

Descubra tudo sobre grama sintética

A grama sintética é um produto feito com fibras que tem a intenção de imitar a grama natural. Porém, ao contrário da grama natural, a artificial apresenta alguns benefícios que a versão natural não apresenta.

A seguir, você pode compreender melhor quais são os benefícios da grama sintética (também chamada de grama artificial).

grama artificial

Os benefícios da grama sintética

 1. A grama sintética possui um excelente custo-benefício

A grama sintética é um produto que apresenta uma durabilidade muito grande, além de possuir uma instalação rápida e prática.

Além disso, ela é um produto muito resistente. Ao contrário da grama natural, a sintética é resistente a intempéries que possam danificam sua estrutura.

2. Pode ser utilizada como objeto de decoração

A Grama Sintética é um artigo que apresenta uma versatilidade imensa. Também é possível utilizá-la como um objeto de decoração. O limite para isso é a sua imaginação. Você apenas deve se atentar em relação ao uso que der a ela.

Por exemplo, para as quadras de futebol a espessura mais indicada é de 40 mm. Para os jardins de 30 mm. A grama sintética com altura de 12 mm tem seu uso indicado para áreas externas que possuem animais. Isso porque a facilidade de limpá-la é muito maior.

3. Esteticamente uniforme

Você sempre quis ter um quintal todo verdinho durante o ano todo? Então a grama sintética é a opção que você vai amar! A coloração de um verde intenso da grama significa que todo o seu gramado será uniforme.

4. Facilidade na manutenção

Uma grande dificuldade dos gramados convencionais é a manutenção, que deve ser realizada periodicamente para que o canteiro fique agradável e apresente a aparência de ser bem cuidado.

Para muitos, isso é um grande inconveniente. Adubar e aparar constantemente o são tarefas que ninguém gosta de realizar. E isso pode ser contornado com a grama sintética. A manutenção do gramado será mínima!

5. Sistema de escoamento

Escolha uma grama sintética que já conte com um sistema de escoamento de água. Isso porque esse sistema impede que poças de água se acumulem sobre o gramado. Além de apresentar uma facilidade extra, isso também garante que seu gramado esteja pronto para ser utilizado pouco tempo depois da chuva.

Você também não concorda que as facilidades da grama sintética são inúmeras?